NOTÍCIAS

Clima instável pode aumentar incidência de catapora; saiba como se prevenir

13/11/2017

Doença, também conhecida como varicela, é comum mas em casos raros pode ser fatal

As alterações do clima e ocorrência de dias frios mesmo na estação da Primavera têm aumentado a incidência da catapora, também conhecida como varicela. Por isso, quem tem filhos pequenos deve ficar atento ao surgimento dos primeiros sintomas da doença.

A catapora é altamente contagiosa e, em 99% dos casos, evolui bem e está curada em uma semana, mas em alguns casos pode gerar complicações sérias e até ser fatal.

A doença pode ser facilmente diagnosticada a partir do surgimento de bolhas de água na pele, que coçam muito e se transformam em pequenas feridas vermelhas e também pode vir acompanhada de febre, coceira, falta de apetite e vômitos.

A disseminação ocorre com frequência em ambientes como escolas e creches. Por isso o mais importante é que, detectadas as primeiras bolhas, a criança seja submetida a um tipo de isolamento, longe da escola, para evitar que outras pessoas sejam contaminadas.

Ao contrário da crença popular, a doença é mais contagiosa justamente na fase inicial, enquanto há umidade nas bolhas. Depois que as feridas secam, não há mais risco de transmissão e a criança pode retornar ao convívio escolar e social.

O tratamento, geralmente, é feito apenas para amenizar os sintomas, como febre e coceira. Na maior parte dos casos, a doença evolui bem e está curada em uma semana, mas há casos mais graves em que pode até provocar a morte, por isso, o acompanhamento médico é importante.

Vacina

Desde 2013, a vacina contra a catapora faz parte do calendário vacinal mantido pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Geralmente, a imunização tetravalente viral inclui a dose contra a varicela (catapora), além de sarampo, caxumba e rubéola. O medicamento é aplicado gratuitamente nas unidades básicas de saúde, em crianças de um ano de idade.

“Mas quem só tomou a tríplice precisa receber a dose contra a varicela. Por isso, é importante que os pais procurem as unidades básicas de saúde para checar se o calendário vacinal do seu filho está em dia”, explicou a médica Adriana das Graças Montanher, coordenadora de Saúde da Criança de Itapevi.

“É muito importante que as crianças sejam vacinadas, inclusive, para proteger as menores de um ano, que ainda não podem receber a dose, mas correm os riscos de exposição ao vírus e são mais frágeis”, alertou a médica.

A catapora também pode acometer adultos que não tiveram a doença quando crianças e, neste caso, pode se apresentar de forma bem mais grave e severa.

O que é a catapora ou varicela?

A varicela, conhecida popularmente como catapora, é uma doença infecciosa causada pelo vírus Varicela zoster. Ela atinge tanto crianças, como jovens e adultos.

Quais são os sintomas da catapora?

Os primeiros sintomas são parecidos com os de uma virose: febre, coriza e tosse. Depois aparecem pequenas manchas nas costas, no peito e no abdome. As manchas viram bolinhas vermelhas (chamadas pelos médicos de pápulas), que se transformam em pequenas bolhas com líquido (ou vesículas) e, finalmente, em crostas. Os sintomas são mais ou menos intensos na dependência da quantidade de vírus contaminantes e da capacidade de defesa do indivíduo.

A catapora ou varicela é contagiosa?

Sim, é uma doença infecciosa altamente transmissível. Contamina cerca de 80% das pessoas não-vacinadas ou que nunca contraíram a doença.

Como é feita a transmissão da doença?

Mesmo antes de saber que está doente, a pessoa começa a transmitir o vírus, porque os sintomas só aparecem entre 14 a 21 dias depois do contágio. Mas, atenção: o maior risco de transmissão ocorre 48 horas antes de surgirem os sintomas. Para contrair a doença, basta que a pessoa entre em contato com as pequenas feridas do doente ou as gotículas que ele expele pelo ar.

Como o doente pode recuperar-se da catapora e evitar a transmissão para outras pessoas?

A recuperação leva entre sete e 10 dias, quando todas as lesões já viraram crostas. Durante este período, o doente precisa ficar em casa. A catapora só deixa de ser contagiosa quando a última bolha estiver cicatrizada.

Quem já teve catapora pode ter a doença novamente?

Quem já teve a doença está completamente imune. Quem só foi vacinado, não.

Existe tratamento depois que a doença está incubada?

A orientação médica é sempre importante, tanto para a realização do diagnóstico preciso como para a prescrição de medicamentos que aliviem a coceira e a febre. O tratamento é dirigido ao abrandamento dos sintomas. É uma doença benigna e a cura se faz por reação do próprio organismo. Atualmente, as complicações mais importantes acontecem por contaminação com bactérias. Nunca utilizar AAS

Prevenção

A vacina contra varicela é recomendada após o primeiro ano de idade em dose única.


Prefeitura Municipal de Itapevi
Todos os direitos reservados - 2014®
Fone: [11] 4143 7500

Av. Pres. Vargas, 405 - Vila Nova Itapevi/SP - CEP: 06694-000
Atendimento de Segunda a Sexta-feira, das 08 às 17h